Críticas às Fake News; Espaço para Lazer e prática de Atividades Físicas para os moradores do Povoado Chã da Imbira; e  Isenção de cobranças de empréstimos consignados para os servidores públicos municipais, esses foram um dos assuntos debatidos em plenário durante a manhã desta quarta-feira (13), na sessão ordinária da Câmara Municipal de Campo Alegre.

Quem divulgar ou compartilhar notícias falsas no âmbito do município de Campo Alegre, sobre assuntos relacionados a saúde, como epidemias, endemias e pandemias, bem como qualquer outra situação de calamidade pública, poderá ser punido. É o que prevê o Projeto de Lei de nº 020/2020 dos vereadores Alan do Lucinho e Kellyn Guimarães que se encontra em fase de apreciação e que aguarda a análise e os pareceres das Comissões Permanentes da Casa Sebastião de Oliveira Gomes.

A construção de quiosques, iluminação e colocação de equipamentos para atividades físicas às margens da Rua Divina Pastora no Povoado Chã da Imbira foi mais uma sugestão apresentada pelo vereador G. Correia que destacou que a obra irá proporcionar bem-estar aos moradores da região , além de servir como ponto de encontro para um bate papo e realização de atividades físicas. De acordo com o parlamentar, o local já foi contemplado com Academia de Saúde, Estádio de Futebol e futuramente uma Escola. Com a ideia apresentada o vereador espera, caso for atendido, contribuir diretamente oferecendo a população hábitos saudáveis, segurança e lazer.

De autoria do vereador Jura foi aprovado PL que dispõe sobre a suspensão do pagamento de empréstimos consignados por parte dos servidores públicos municipais. Ficando em caráter excepcional suspensas as cobranças de empréstimos consignados (ou seja, com descontos em folha de pagamento) contraídos pelos servidores públicos municipais, ativos e inativos, junto às instituições financeiras, pelo prazo de 90 dias, em decorrência da pandemia do coronavírus (COVID-19). O projeto visa minimizar as consequências da crise.