Na manhã desta quarta-feira, 12 de dezembro, os vereadores campo-alegrenses reuniram-se para mais uma sessão plenária, a penúltima do ano de 2018. Presidida pela vereadora Kellyn Guimarães e com a presença de todos os 15 parlamentares com assento na Casa, foram realizadas também sessões extraordinárias, onde na oportunidade foram aprovados quatro projetos de lei. Do total, dois de autoria do Legislativo e dois do Executivo. Todos passaram por unanimidade e sem discussão pelo plenário. As matérias agora seguem para sanção da prefeita Pauline Pereira.

Projetos Aprovados:

Os vereadores aprovaram o Projeto de Lei do Executivo, que dispõe sobre a implantação do serviço de Acolhimento Institucional nas modalidades: Abrigo Institucional e Casa Lar para crianças e adolescentes no município de Campo Alegre. 

O plenário também aprovou o Projeto de Lei que autoriza o Poder Executivo a contratar parcelamento de dívida para com o Fundo de Garantia Tempo de Serviço – FGTS.

Também recebeu aprovação o Projeto de Lei que dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Resíduos Sólidos – CMRS, do município de Campo Alegre. A proposta foi apresentada pelos vereadores: Alan do Lucinho, Jura, Kellyn Guimarães, Jeane Nascimento e Gilberto Correia. De acordo com o projeto, o conselho terá caráter deliberativo e consultivo.

O Projeto de Resolução de autoria da Mesa Diretora do Legislativo Municipal, que fixa a receita e a despesa da Câmara Municipal de Campo Alegre para o ano de 2019 também foi aprovado. 

A próxima sessão ocorre no dia 19 de dezembro em horário regimental onde na ocasião será realizada a última sessão plenária do ano e também acontecerá a eleição para a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Vereadores de Campo Alegre para o biênio 2019-2020. De acordo com informações, tudo indica que a vereadora e atual presidente Kelly Guimarães possa se reeleger e continuar durante os próximos dois anos responsável pela direção dos trabalhos legislativos e dos serviços administrativos.