Conselho Municipal dos Direitos da Mulher realiza reunião na Câmara de Vereadores

Os membros do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) estiveram reunidos na tarde desta terça-feira (21), na Câmara de Vereadores, onde participaram de mais uma reunião mensal.

Os encontros que servem como momentos de tirar ações conjuntas que possam contribuir com as mulheres do município de Campo Alegre em situação de violência e vulnerabilidade.

O conselho é composto por 16 integrantes, com representação da sociedade civil e do Governo.

Também participaram da reunião representando o Poder Legislativo, a presidente da Câmara Municipal, vereadora Kelly Guimarães (PSB) e as vereadoras Jeane Nascimento (PSDB) e Rejane da Silva (PSDB).

Na ocasião, a presidente do Legislativo, Kelly Guimarães, esteve apresentando aos membros do referido conselho a Lei nº. 737/2014 que trata da criação do Programa de Geração de Emprego e Renda para as mulheres vítimas de violência conjugal. O Projeto que é de autoria da vereadora Kelly Guimarães, foi apresentado na Câmara Municipal no ano de 2014 e aprovado de forma unânime.

O professor Jadilson também participou da reunião e esteve apresentando a Lei do Conselho dos Direitos da Mulher.

No fim da reunião foi entregue as conselheiras um DVD que trata-se de um documentário que mostra em resumo a vida de algumas mulheres que foram homenageadas pela Câmara Municipal de Campo Alegre em sessão solene.

As reuniões do CMDM acontecem na 3ª terça-feira de cada mês, às 14 horas.

Atribuições do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), é um órgão colegiado com caráter propositivo, fiscalizador e consultivo. Cuja finalidade é formular, e propor medidas para a promoção da melhoria das condições de vida das mulheres e a eliminação de todas as formas de violência e discriminação de gênero, em trabalho conjunto, podem desenvolver ações e projetos voltados para a promoção da melhoria das condições de vida das mulheres e a eliminação das formas de violências e discriminação de gênero, garantindo as mesmas, condições de liberdade e igualdade de direitos e a plena participação nas atividades políticas, sociais, educacionais, econômicas, jurídicas e culturais.